2010

.: Adoro ler listas de retrospectiva, mas resisto em fazer as minhas. Não é comigo isso de organizar o tempo e as experiências pra elencar o melhor e o pior de cada aspecto. Não sei fazer, me atrapalho. Sou caótica, nesse sentido. Por exemplo, meu livro preferido de 2010 não foi publicado em 2010, mas li em 2010 e é isso que eu levo: as páginas de Dois irmãos coexistem, nesse edifício monumental que é a memória, com a Copa africana e aquele jogo do Uruguai contra Gana – aliás, sem nenhuma justiça, dei à personagem Omar a cara do Forlán. E os episódios de Dexter foram vistos sempre de madrugada com o maridão e toda vez, toda, eu lembrava que casar com esse cara foi a melhor coisa que eu podia ter feito na vida. A Dilma está ali sentada, em seu terninho vermelho que já pode viajar sozinho, tão próxima dos textos do NPTO, que foram incríveis. Eu comi muito tabule em 2010, por causa das noites quentes e preguiçosas, acho que pra sempre o gosto do trigo com pepino, tomate e hortelã vai sussurrar “ah, foi em 2010, naquele apartamento em Santa Rosa, lembra?“. Talvez o cheiro de vela aromática de pitanga também diga isso pra mim, quando eu voltar na loja pra comprar mais. E em 2010 eu tive mais oportunidades de usar o plano de saúde do que meu cartão da biblioteca, mas no final das contas eu me tornei mestre em letras e é isso que importa. Eu sei que chorei algumas vezes, mas agora só consigo citar três delas: vendo O segredo dos seus olhos e agradecendo minha melhor amiga pela companhia, pela riqueza, pelas conversas. Mas eu disse três. Estou contando que vou chorar no reveião, porque a excitação por um ano novo, com todas as coisas novas, é boba, eu sei, mas é real.

.: Que venha 2011 e etc.

Anúncios

4 Respostas

  1. Eu tenho até medo de sair dizendo por aí que 2010 no fim das contas me foi um ano muito do bom, porque pra galerë foi meio estranho.

    Também não sei organizar retrospectivas, até agora estou pensando num tuite que eu ia soltar e nem rolou.

    Para 2011, que você use muito mais o seu cartão da biblioteca que do plano de saúde, que eu tenha a honra de indicar mais sugestões lacrimáveis, e um monte de dinheiro, que dinheiro é sempre bom ganhar.

    Abraços e beijos!

  2. Aline e seu lirismo nas coisas mais prosaicas. Feliz 2011 pra você! =D

    • pra vc tbm, Iara, feliz 2011! :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s