citações

Sete e doze da tarde, num trigésimo quinto andar da Almirante Barroso, Rio de Janeiro. Ela fechou a gaveta e encerrou mais um expediente. Casaco, bolsa, chaves, celular, cartão de identificação de funcionário. Despediu-se, aérea: ‘vou-me embora pra pasárgada, lá sou amiga do rei’. Ele levantou os olhos, constatou ser o último na sala, sorriu, espiou o relatório estacionado nos dois-terços e respondeu, grave: ‘diga ao povo que fico’.

Anúncios

Uma resposta

  1. muito bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s